terça-feira, 23 de agosto de 2016

Baggio Pizzeria & Focacceria

A Pizzaria Baggio é uma das melhores pizzas de Curitiba, segundo o prêmio Bom Gourmet do jornal Gazeta do Povo. Mas será que ela faz páreo com as pizzarias de Floripa e região? Afinal, temos muitas e boas pizzas por aqui. 


Fazia algum tempo que eu (Carol) e meu namorado queríamos ir conhecer a “nova” pizzaria de Campinas – São José, já que fica do lado da casa do meu Boy. Pois bem, demorou, mas o dia chegou. No início de agosto, em um sábado, fomos experimentar esta redonda.

O ambiente é bem conta com uma decoração bem italiana, desde as tolhas, até as decorações da parede.

Enquanto explorávamos o cardápio, recebemos um aperitivo de cortesia.

Pedimos também um vinho tinto seco para acompanhar. A carta de vinho é bem variada e os preços iniciam em R$50,00 a garrafa, mas tem opção de ½ garrafa e de taça.

Há quatro tamanhos de pizzas, brotinho (4 fatias), média (6 fatias), grande (8 fatias) e família (12 fatias). E os sabores são divididos entre tradicionais, especiais e doces. Além é claro, de focaccias, crostinos, lasanhas, saladas e sobremesas. 
Como estávamos em dois, e não queríamos extrapolar na dose e também não queríamos levar pra casa, pedimos uma média, ou seja, no máximo 3 fatias para cada um, o que foi mais do que suficiente. Como pedimos sabores especiais, nossa pizza ficou em torno de R$60,00.

Pedimos uma pizza de seis fatias e dois sabores, CAMARÃO ESPECIAL - mussarela, camarão tipo exportação, rúcula, queijo Polenguinho e azeitona preta e ESPECIAL - mussarela, calabresa moída, milho verde, ovo, palmito, champignon e queijo tipo catupiry.
Era nossa primeira vez na casa, e uma situação que gerou um “tiquinho” de insatisfação poderia ter sido resolvida se a velha pergunta tivesse sido feita: “Vocês já conhecem a casa?” responderíamos que não e abriríamos espaço para o garçom nos apresentar o funcionamento da casa. Pois bem, você escolhe o sabor, o tamanho,  pode adicionar ingredientes ou ainda, optar por massa branca ou integral. Nos perguntaram qual das massas nós queríamos, porém, não citaram que há um adicional por esta opção, R$4,00. Como gostamos de comer o mais integral possível, escolhermos massa integral.

A pizza é gostosa, massa final, ingredientes de qualidade, mas nada de encher os olhos, quero dizer, não é aquela pizza que você vai pra casa pensando no sabor, querendo voltar. Talvez não escolhemos os sabores certos, não sei. Volto a dizer, pizza boa, mas...

Pedimos ainda uma sobremesa, um brownie com sorvete, algo em torno de R$14,00. Chocolate meio amargo, muito bom, podia ser bemmmm maior, eu não acharia ruim, hhehehe!!!


Nossa conta com taxa de serviço ficou próximo de R$150,00.


Carol

  • Ambiente/ Layout: ☺☺☺☺
  • Atendimento: ☺☺☺☺
  • Preço: $$$$$
  • Higiene: ☺☺☺☺
  • Sabor: ☺☺☺

Baggio Pizzeria & Focacceria
Av. Salvador di Bernardi, 476 - Campinas, São José - SC, 88101-260

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Le Relais de L’Entrecôte

Chegamos em Paris! Vamos conhecer a Tower Eiffel, o Louvre, o Palácio de Versalhes e muito mais...Sim, isto estava no roteiro! E ainda, iremos conhecer o “bom” atendimento parisiense. Claro que não é unânime, mas a grande maioria dos estabelecimentos não tem paciência com os clientes/consumidores.

Em Paris passamos cinco dias no total. Pode parecer muitos dias, ou pouco, afinal, Paris tem muitos pontos turísticos, e claro, muita coisa para comer.

Se você pesquisar no google “onde comer em Paris” o restaurante Le Relais de L’Entrecôte certamente irá aparecer. E se tanta gente frequenta e sugere é porque no mínimo bom deve ser. Mas será? Eu não vi nenhum diferencial.

Realmente o restaurante é bem movimentado e quase sempre tem fila de espera. Os garçons correm de um lado para o outro e tem pouco tempo para lhe atender. No nosso caso haviam duas famílias na nossa frente, mas foi bem breve o tempo que ficamos na fila - do lado de fora do restaurante, até vagar uma mesa e sermos chamados. 


Não há cardápio, porque o Le Relais de L’Entrecôte oferece somente um prato, carne, molho e batata frita, 23 euros por pessoa. Na verdade há um cardápio, com opções de bebidas e sobremesas.
Inicialmente você recebe uma salada de entrada e alguns pãeszinhos, e na sequência vem o prato principal.

Pelo que li, trata-se de uma receita secreta do chef e por isso este prato é tão cobiçado. A carne é macia, a batata frita fininha e o molho... o molho, nada demais!
Essa combinação, é servida duas vezes.
Resumo, já comi pratos muito melhores.
Vale a pena para conhecer, mas nada demais!


Carol

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Dunkin’ Donuts

Nestas férias, saímos de Floripa, paramos em São Paulo e conhecemos o Red Lobster. A nossa segunda parada foi em New York, onde passamos o dia. Como chegamos pela manhã e já havíamos tomado café no avião, optamos por comer algo pequeno só para nos manter energizados.

Entre tantas opções da famosa Times Square, entramos no Dunkin’ Donuts e pedimos duas rosquinhas e um café.

O donuts para quem não conhece, é uma rosquinha com uma massa muito parecida com a do sonho. Eu diria que é mais leve, mas que lembra muito a um sonho. Claro, o formato é diferente e os recheios também.


Coberta com chocolate, morango, com ou sem confete, recheada, em formato de bolinha, enfim, muitas opções. 

E o melhor, é bem baratinho, menos de $1,00 cada. Por duas rosquinhas e um café pagamos menos de $3.

Eu adoro!

Carol

terça-feira, 2 de agosto de 2016

Red Lobster

Mais um dos bons motivos de ter um blog que fala de gastronomia, é ter essa desculpa para incluir e conhecer restaurantes durante no roteiro de viagem. Este ano, eu, meu namorado e mais dois casais de amigos fomos pra a Europa. Passamos por Paris, Londres, Amsterdam, Split, Hvar e Dubrovnik, além de New York. E agora vamos contar um pouco de alguns dos pratos, aperitivos e lanches que fizemos por lá.




De Floripa à São Paulo. Primeira parada no aeroporto, e já a primeira desculpa.  No ano passado quando fomos para o Estados Unidos, meu namorado queria ter conhecido o Red Lobster. Como optamos por outros restaurantes, este ficou de fora. Então aproveitamos o tempo que ficaríamos no aeroporto de Guarulhos e almoçamos neste que é a maior rede de restaurantes de peixes e frutos do mar do Brasil.

E não para por ai. Como o próprio nome sugere, o restaurante é conhecido e especializado em lagostas. No cardápio, entradas, saladas, sanduíches e pratos principais preparados na sua grande maioria com lagostas, camarões, peixe, lagosta, caranguejos.  Para atender a todos os gostos, há opções com frango e carne.

Enquanto aguardávamos, recebemos os delicioso pãeszinhos de cortesia, quentinhos e com molho vermelho (o molho é cobrado, só não me recordo o valor).

Se estávamos em um restaurante que leva lagosta no nome, era este o prato que queríamos experimentar. Na seleção Especialidades da Casa, escolhemos dois pratos que servem duas pessoas cada, afinal, neste momento da viagem ainda estávamos aguardando o terceiro casal.

Ultimate Feast, R$144,00 – calda da lagosta grelhada com buttersauce e patas de caranguejo ao vapor, combinados com camarões empanados e camarões gratinados ao molho Scampi, e um acompanhamento. Neste caso, nossos amigos optação por batata assada recheada.

O nosso prato foi a Lagosta para duas pessoas (Lobster for Two), R$209,00 – calda de lagosta ao vapor com quatro acompanhamentos. Escolhemos purê de batata, batata frita, arroz pilaf e batata assada. E se você nos perguntar: “Mas por que tanta batata?”. Também nos perguntamos, mas a resposta era simples. Entre as cinco opções que o restaurante oferece de acompanhamento, 3 são batatas. Além da batata frita, da assada recheada e do purê, nos restavam brócolis e arroz pilaf.

Minha opinião quanto aos pratos. Ultimate Feast oferece mais variedade e o Lobster for Two tem mais volume do que quantidade. A lagosta tem muita casca e pouca carne para duas pessoas, o acompanhamento é que salva. Quanto ao sabor, eu prefiro nossos frutos do mar e nosso tempero, acho mais gostoso, mas isso é bem particular.


Gostei de ter conhecido, mas não me conquistou!


Carol

  • Ambiente/ Layout: ☺☺☺☺
  • Atendimento: ☺☺☺☺
  • Preço: $$$$$
  • Higiene: ☺☺☺☺
  • Sabor: ☺☺☺

terça-feira, 26 de julho de 2016

Clos de Chacras - Mendoza

Continuando a falar sobre Mendoza, a Clos de Chacras foi uma das bodegas que selecionei para conhecer quando estive em terras argentinas.
Escolhi almoçar lá por ser uma vinícola boutique, bem familiar e charmosa, super preservada e cheia de histórias, a comida e os vinhos são de excelente qualidade.
Optamos pelo almoço de passos harmonizado com bons vinhos, com direito a visitação da bodega em seguida.
A guia que nos atendeu foi muito simpática e cordial e contou toda a história da vinícola, além de todo o processo de produção, irrigação, engarrafamento dos vinhos.

Recomendo a Clos De Chacras pela história interessante da Bodega, pelo excelente atendimento e pela comida maravilhosa, além de poder almoçar com a vista de um lago cheio de carpas, na maior tranquilidade. Os funcionários deixam os clientes muito a vontade.
OBS: É recomendável fazer reserva.


Heloisa
  • Ambiente/ Layout: ☺☺☺☺
  • Atendimento: ☺☺☺☺☺
  • Preço: $$$
  • Higiene: ☺☺☺☺
  • Sabor: ☺☺☺☺
Clos de Chacras
Mendoza- Argentina
www.closdechacras.com.ar

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Toca da Garoupa

Quem nos acompanha no instagram viu que recentemente estivemos na Toca da Garoupa conhecendo os novos pratos do cardápio.
Foi uma noite super agradável, com ótima comida preparada pelo Chef Santos e sua equipe e harmonização dos vinhos da distribuidora Porto a Porto.

Para iniciar experimentamos a salada Octopus: polvo laminado e marinado, servido em cama de folhas verdes, com amêndoas torradas, azeditona preta e “croutons” de cream cheese. A deliciosa salada foi harmonizada com um Cava Dom Roman Brut.
Os dois pratos principais estavam maravilhosos. Primeiro experimentamos o Linguado Le France: linguado grelhado guarnecido com purê de mandioquinha, endívias grelhada, e molho Hollandeise aromatizado com sálvia. Para harmonizar: Nieto Senetiner Reserva Chardonnay.
Em seguida veio o prato que, na minha opinião, foi o destaque da noite, Bacalhau Onion Rings: lombo de Bacalhau grelhado servido em cama de maçã verde, cebola, tomate cereja, batatas e azeite extra virgem, acompanhado de anéis de cebola e aromatizado com ervas frescas, harmonizado com Tons de Duoron
A sobremesa que fechou a noite com chaves de ouro foi a Banana Foster: sobremesa clássica da culinária norte americana, fatias de banana com calda de açúcar mascavo, flambadas ao rum servida com chantilly e sorvete de creme. Para harmonizar foi servido Veuve de Vernaay Rosé Demi-sec (juro que fotografei a sobremesa, mas apaguei a foto sem salvar, sorry).

Foi uma noite fantástica, com comida de alta qualidade e excelentes vinhos . Uma harmonização perfeita e uma mesa com pessoas queridas e um papo muito gostoso. Adoramos e indicamos a Toca da garoupa.

Heloisa